Em tempos de crise temos que mudar os nossos hábitos e há que cortar em alguns pequenos luxos para conseguir poupar no final do mês.

A antiga marmita está a ganhar novos adeptos e a procura de receitas para levar para o trabalho, as vantagens parecem ser imensas: desde a economia à nutrição. Existe um número alargado de benefícios em aderir a esta nova moda. Ora vejamos alguns.

Motivos para aderir à marmita

Há marmitas para todos os gostos, cores, tamanhos e feitios e a Amazon é uma boa opção. Para além da questão monetária, há outras vantagens em levar a marmita, ora veja:

  • Controlo da dieta: ao fazer a sua própria comida sabe o que está a utilizar como ingredientes e evita comer comida processada ou de restaurante, pois sabemos que nem sempre nos dão a opção mais saudável
  • Redução de custos: em média uma refeição num snack-bar ou restaurante pode custar até 6 €. Ao fazer as suas receitas para levar para o trabalho irá poupar dinheiro, até porque uma refeição elaborada em casa não chega a essa quantia.
  • Rentabilização de tempo: quando temos que cumprir um horário estamos limitados ao tempo. Sair do local onde estamos e chegar ao restaurante que queremos, esperar pela comida e dá por si e a hora do almoço foi e não tirou um tempinho para si. Ao trazer a sua marmita, não só rentabiliza o tempo, como também pode tirar um tempinho para si para fazer o que gosta. Verá que irá trabalhar com mais energia.
  • Pode levar a sua marmita para qualquer lado podendo comer ao ar livre.

Os poucos inconvenientes que existem são mesmo ter de transportar mais um saco e arranjar criatividade na hora de preparar as nossas refeições. Recentemente encontrei um num site online e utilizo sempre que vou trabalhar.

marmita-rosa

Ideias de receitas para levar para o trabalho

No meu caso, gosto muito de cozinhar, mas nem sempre tenho inspiração e durante a semana de trabalho o tempo é escasso e chego a casa cansada do dia. Então quando cozinho tento sempre ser prática.

Também sei que associamos o pouco tempo à comida rápida e nutricionalmente pobre. Mas não tem que ser assim, abaixo preparei um menu de receitas para poder inspirar-se e experimentá-las durante a semana de trabalho. Ora veja.

bolsosmarmitas

Bacalhau com grão-de-bico

Ingredientes:

  • 1 lata de grão-de-bico grande
  • Bacalhau
  • Sal
  • Pimenta
  • Alhos
  • Cebola
  • Azeite
  • Natas (pode substituir por natas de soja)

Numa panela coza a quantidade de bacalhau que quer fazer por 10 minutos. Quando já estiver cozido, desfie o bacalhau e reserve. Numa sertã colocar a cebola picada, os alhos e azeite q.b. Faça um refogado e junte o bacalhau desfiado. Eu gosto sempre de dar-lhe um toque de picante. Quando já estiver louro junte o grão-de-bico e envolva. Num pirex ou recipiente de levar ao forno por o preparado da sertã e colocar o pacote de natas, levar ao forno pré aquecido a 180º por 30 minutos e já está.

Frango com crosta de pão saloio

paoralado

Esta receita foi inspirada num blog que sigo, as suas receitas são feitas por uma estudante universitária. Apresenta-nos sempre receitas sper simples e rápidas de confecionar, e esta não é excepção.

Ingredientes:

  • 2 peitos de frango grelhados desfiados,
  • 2 chávenas de folhas de espinafres,
  • 4 colheres da sopa de polpa de tomate ou tomate triturado,
  • 1 chávena de queijo mozarella light,
  • 3 fatias grandes de pão saloio,
  • azeite q.b., oregãos q.b., alho em pó q.b.

Preparação

Pré-aquecer o forno a 200ºC. Saltear os espinafres com um fio de azeite e um pouco de alho em pó. Reservar. Numa picadora, colocar as fatias de pão em pedaços, regar com um fio de azeite, orégãos e alho em pó, reduzir a pão ralado e reservar.

Num tabuleiro de forno, colocar um fio de azeite e untar a base. Colocar na base o frango desfiado, de seguida cobrir com os espinafres e de seguida a polpa de tomate. Posteriormente cobrir com mozarella e finalizar com o pão ralado, tudo em camadas.

Levar ao forno por 15-20 minutos ou até dourar.

Poderá encontrar esta e outras receitas em “Na cozinha de uma universitária”.

Quiche arco-íris

quiche

Sou suspeita ao sugerir esta receita, pois a minha mãe costuma fazer muitas vezes. Pois é, anote e não se arrependerá.

Ingredientes:

  • 1 e 1/2 chávena de bróculos ( ferver durante 5 minutos em água e sal)
  • 1 cebola
  • 1 pimentão amarelo, 1 verde e 1 vermelho cortado aos cubinhos
  • 1 lata pequena de cogumelos
  • 1 chávena de espinafres

Pica-se a cebola e mela-se em 2 colheres de manteiga, se preferir opte pelo azeite pois é mais saudável. Junta-se os pimentões, os bróculos e os cogumelos até ficarem tenros. Tempera-se com sal, pimenta vermelha e pimenta de cayena. Forra-se uma forma de tarte com massa quebrada, vaza-se lá a mistura de legumes estufados.

Polvilha-se com queijo ralado. Batem-se 4 ovos inteiros com um pacote de natas e tempera-se com sal e pimenta. Colocam-se por cima de tudo. Vai ao forno a 180º a cozer.

Legumes salteados com frango

Corte o frango . Tempere com sal e pimenta a gosto e junte-lhe sumo de limão.

Coloque um fio de azeite numa sertã e quando estiver quente saltear a carne. Quando estiver cozinhado é só retirar e reservar.

Adicione mais um pouco de azeite e coloque os alhos laminados e os legumes.

Pode utilizar legumes congelados, mas lembre-se de retirar do congelador uns minutos antes de utilizar. No caso de usar legumes frescos, alguns devem ser cozidos antes, como no caso da cenoura.

Quando os legumes já estiverem cozinhados é só adicionar molho de soja se gostar e retificar os temperos.

Bacalhau à brás

bacalhau-bras

Não poderia deixar de sugerir esta receita que tanto agrada aos portugueses e a todos que a experimentam. Estou a falar do famoso bacalhau à brás, quem diz bacalhau também pode dizer frango ou até mesmo alho francês com tofu. É só dar asas à sua imaginação

Ingredientes:

  • Bacalhau (ou frango, ou alho francês ou tofu)
  • Batata palha (utilizo normalmente 500g)
  • 3 dentes de alho picados
  • Folhas de louro
  • Azeite
  • Azeitonas ( para quem gosta)
  • Salsa picada
  • Sal
  • Pimenta

Preparação:

Numa panela com água a ferver, coloque o bacalhau a cozer durante 10 minutos. Depois de cozido, coloque o bacalhau num prato e deixe arrefecer.  Num tacho largo, leve ao lume o azeite e as cebolas. Deixe refogar bem sem queimar. A meio do refogado junte os alhos picados e as folhas de louro.

Entretanto, parta os ovos tempere com sal e pimenta. Bata-os um pouco. Junte o bacalhau e deixe fritar um pouco. Junte a batata e envolva bem. Deixe aquecer um pouco e junte os ovos.

Se gostou do nosso post de receitas para levar para o trabalho recomendo veja também receitas de saladas de verão fáceis e baratas ou como economizar aproveitando comidas que sobram.

Tem alguma sugestão de receitas para levar para o trabalho? Comente aqui.

3 Comentários

  1. Que belas sugestões, práticas, rápidas e deliciosas! São também uma maneira excelente de poupar e comer bem ( de forma saudável).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here